E se os personagens de Star Wars fossem advogados?

Ao ver esse "e se..." do Blog Juris Correspondente, achei-o a cara do Superjurídico e tive que iniciar minha colaboração neste site compartilhando o belo exercício de imaginação deles, que, mesmo trazendo alguns estereótipos, a bem da verdade, serve para descrever vários perfis de profissionais da advocacia.

Anúncios

Código de Conduta e a deontologia jurídica

Código de Conduta conta a história de Clyde Shelton, que testemunha o assassinato brutal de sua filha e esposa. Os dois suspeitos são presos, mas graças a um sistema falho e com a assistência da delação premiada, um dos assassinos se beneficia com a diminuição de sua pena, enquanto o outro é condenado à morte. O filme gera uma reflexão jurídica pelo fato de só um dos criminosos ter efetivamente realizado o crime hediondo e, justamente ele, ser favorecido pela colaboração premiada tão falada hoje em dia.

A justiça da sociedade contra um menino chamado Chaves

Hoje, dia 28 de novembro de 2015, faz um ano que o saudoso Roberto Bolaños, o Chespirito, acordou do sono da vida. Não sei vocês, mas o Chaves marcou minha infância/juventude. Fiquei pensando se além do social, haveria em Chaves alguma representação jurídica. Imediatamente me lembrei do episódio "Era uma vez um gato": Quico havia ganhado um gato e, devido a um infeliz incidente, Chaves o atropela com uma bicicleta. Fica decidido que Chaves irá a júri, para que seja decidido o seu papel no "crime"...

Lanterna Verde e o Operador do Direito

Ministrando aula sobre fontes do Direito e discorrendo aos aprendizes como o operador do Direito articula todas elas em suas atividades profissionais, a luz de Oa iluminou minha imaginação e passei a exemplificar a aula, em parte aqui reproduzida, com o poder de um Lanterna Verde.