Teoria do crime permitido

No livro Crime e Castigo, a magnum opus de Dostoiévski, somos apresentados a Raskólnikov, ex-estudante de Direito que desenvolve uma teoria acerca de pessoas extraordinárias, que por sua natureza estariam autorizadas à prática de crimes; as leis aplicar-se-iam somente às pessoas ordinárias; as extraordinárias responderiam somente às suas próprias consciências. Inicialmente firme em sua convicção, Raskólnikov planeja e executa um crime hediondo, para depois ser assombrado pela culpa.

Anúncios